a

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adicing elit ut ullamcorper. leo, eget euismod orci. Cum sociis natoque penati bus et magnis dis.Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet. Leo, eget euismod orci. Cum sociis natoque penati bus et magnis dis.Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.

  /  Project   /  Blog: DIGITAL TRANSFORMATION

Blog: DIGITAL TRANSFORMATION


The future has come!

Photo by Alex Knight on Unsplash

We’ve got used to gradual changes but just a few of us have realized that changes have always occurred exponentially but now we’ve come to that point where the curve points to infinity.

We are right in the eye of the hurricane of a violent storm of change that is amplified with facts that until yesterday was pure fiction. Quantum computing fuels the big data, the internet of things that fuels AI and neural networks, deep learning and machine learning which fuel robotics. Automation, digitization, automated processes without human intermediation, and so on.

Science fiction is fast becoming a science fact.

CONNECTED

We currently live in a world where everything is connected, not only smartphones and TVs but cars, cities, farms, even our bodies will be wired with sensors and will talk to each other.

The autonomous cars are there, computers already learn and think and it is a matter of very short time until all these things are part of our daily life.

THE FUTURE

Where will we fit in the next few years?

Immerse yourself in the immediate future, five to seven years out from today.

The machines will learn any routine work that does not require human cleverness, judgments, snap decisions, intuition, imagination such as financial adviser, bookkeeping, driving a car, flying an aeroplane, etc.

However, anything that cannot be digitized or automated will become extremely valuable.

Uniquely human traits such as creativity, imagination, intuition, emotion and ethics will be even more important in the future because machines are very good at simulating, but not at BEING!

Recent studies, according to McKinsey, point out that only 5% of all jobs that can be automated can be completely automated.

Robots and software will do some of our work, but this will allow us to focus on things that cannot be automated. We’re near the end of routine work, but not the end of work.

The new way of working is to embrace technology without being swallowed up by it, to lead and not be led.

Did you like the article? Got any questions? Comment this article and share your opinion.


O futuro chegou!

Estamos acostumados às mudanças graduais mas poucos de nós se deram conta que as mudanças sempre ocorreram de forma exponencial mas agora chegamos naquele ponto onde a curva aponta pro infinito.

Estamos bem no olho do furacão de uma violenta tempestade de mudanças que se amplifica com fatos que até ontem eram pura ficção. A computação quântica alimenta o big data, internet das coisas que alimenta a IA e redes neurais, deep learning e machine learning que por sua vez alimentam a robótica. Automação, digitalização, processos automatizados sem intermediações humanas, e por ai vai.

A ficção científica está rapidamente se tornando um fato científico.

CONECTADOS

Atualmente já vivemos em um mundo onde tudo está conectado, não só smart phones e TVs, mas carros, cidades, fazendas, até mesmo os nossos corpos serão conectados com sensores e falarão uns com os outros.

Os carros autônomos estão aí, computadores já aprendem e pensam e é uma questão de muito pouco tempo até todas estas coisas fazerem parte do nosso cotidiano.

O FUTURO

Onde nos enquadraremos nos próximos anos?

Mergulhe no futuro imediato de cinco a sete anos a partir de hoje.

As máquinas aprenderão qualquer trabalho rotineiro que não exija esperteza humana, julgamentos, decisões precipitadas, intuições, imaginações tais como consultor financeiro, contabilidade, dirigir um carro, pilotar um avião, etc.

Porém, tudo o que não puder ser digitalizado ou automatizado se tornará extremamente valioso.

Traços exclusivamente humanos como criatividade, imaginação, intuição, emoção e ética serão ainda mais importantes no futuro, porque as máquinas são muito boas em simular, mas não em SER!

Estudos recentes, segundo McKinsey, apontam que apenas 5% de todos os trabalhos que podem ser automatizados realmente podem ser totalmente automatizados.

Robôs e software farão parte do nosso trabalho, mas isso nos permitirá focar nas coisas que não podem ser automatizadas. Estamos perto do fim de trabalhos de rotina, mas não do fim do trabalho.

A nova maneira de trabalhar é abraçar a tecnologia sem ser engolido por ela, guiar e não ser guiado.

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Comente este artigo e compartilhe sua opinião.

https://www.linkedin.com/in/valdisnei-topan

Source: Artificial Intelligence on Medium

(Visited 8 times, 1 visits today)
Post a Comment

Newsletter