Blog

ProjectBlog: A democracia dos Serviços Cognitivos

Blog: A democracia dos Serviços Cognitivos


Aquem diga que estamos vivendo a 4° revolução industrial e a palavra de ordem do momento é Inteligencia Artificial. Já li muitos textos abordando o tema, sob a ótica dos profissionais e empregos que deixarão de existir em um futuro próximo, na verdade ninguém pode cravar com certeza o que o futuro nos reserva, mas o fato é, que realmente algumas profissões deixarão de existir e outras terão de “pivotar”, a dica aqui é, Ficar atento(a) as mudanças, estar aberto a novas possibilidades e em constante qualificação.

Mas se de um lado, postos de trabalho deixarão de existir, por outro lado, muitas profissões serão criadas e muitas vagas de emprego estarão esperando um profissional qualificado para serem preenchidas, o conselho aqui é, Prefira a 3° lei de Newton (Ação e Reação) do que a 1°, a Lei da Inércia.

Ok, mas e os Serviços Cognitivos, onde entram nessa história?

Vamos lá… sabemos que para uma tecnologia se popularizar, é necessário muito investimento em pesquisa, mão de obra qualificada, infraestrutura etc… com a Inteligência Artificial não foi diferente, a saber, os estudos com AI começaram, muito antes do que imaginamos, os antigos filósofos Gregos foram os pioneiros, estudos que se intensificaram no século xx, com o advento da computação. Atualmente já temos muitos cases de sucesso, que fazem uso de serviços inteligentes: Google Now, Cortana, Siri, que são assistentes pessoais inteligentes e recentemente a Amazon, que inaugurou em Seattle, a primeira loja sem caixas e sem atendentes, Microsoft e Wal-Mart também firmaram uma parceria de 5 anos, para oferecer serviço semelhante ao Amazon Go, perfeito… mas os exemplos que citei, são de gigantes do mercado, Microsoft, Google, Amazon e Apple, com investimentos milionários em pesquisa e desenvolvimento, isso não é nada democrático, não acham? Claro que não e é ai que surgem os Serviços Cognitivos: Se eu classificasse o Azure Cognitive Services, como o Uber da Inteligência Artificial, não seria nenhum exagero, pois com eles, um programador autônomo, pode aprimorar seu website, app ou chatbot, com um serviço inteligente, usando as APIs do Azure, que retornaram o resultado solicitado e o desenvolvedor, pagará apenas pelo que a sua aplicação consumir.

Abaixo listo os serviços disponíveis na Azure Cognitive Services:

Visão

Algoritmos de processamento de imagens para identificar, incluir legenda e moderar suas imagens de maneira inteligente.

Conhecimento

Mapeie dados e informações complexas para resolver tarefas, como recomendações de inteligência e pesquisa semântica.

Idioma

Habilite seus aplicativos para processarem idioma natural com scripts pré-criados, avalie sentimentos e saiba como reconhecer o que os usuários desejam.

Fala

Converta áudio falado em texto, use a voz para verificação ou adicione o reconhecimento do locutor ao seu aplicativo.

Pesquisa

Adicione APIs de Pesquisa do Bing em seus aplicativos e aproveite a capacidade para vasculhar bilhões de páginas da Web, imagens, vídeos e notícias com uma única chamada à API.

Atualmente sou um mero curioso por estudos em MachineLearning e me dedico diariamente ao estudo desses casos. Se interessou pelo artigo? Tem dúvidas sobre? troque uma ideia comigo, será um prazer conversar com você.

Matheus Vieira

Source: Artificial Intelligence on Medium

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top
a

Display your work in a bold & confident manner. Sometimes it’s easy for your creativity to stand out from the crowd.

Social